Projeto

O que é o projeto?

Expedições e Conexões Urbanas: Comidas de (i)migrantes é  um projeto voltado para o fortalecimento e conexão de experiências através do alimento entre migrantes, imigrantes e refugiados que vivem na cidade de São Paulo.

Sabe-se que a comida proporciona memórias afetivas e ao trazê-la de seu lugar de origem para novos territórios pode-se manter a cultura e tradições vivas. Além disso, cozinhar, um ato tão trivial e cotidiano, acaba se tornando ferramenta de trabalho e de trocas, gerando renda para essas famílias e tornando-se  muitas vezes o principal meio de subsistência. 

O projeto idealizado por integrantes do Convívio Como Como do Slow Food de São Paulo  é voltado para o reconhecimento e conexão dessa comida e de seus protagonistas que chegam de todos as partes do mundo à nossa cidade, afim de  criar um acervo de memórias e identidades gustativas e visibilizar o patrimônio urbano e imaterial das diferentes culturas culinárias, com o cuidado de respeitar seu modo de ser, seus manejos e técnicas especificas.

O projeto conta com o Acervo Virtual de Memórias e Saberes Culinários e com o Aplicativo  Comida de (i)migrante para Android com estabelecimentos/ feiras e eventos de migrantes, imigrantes e refugiados para que o usuário possa criar sua própria expedição urbana, convidar os amigos e explorar a cidade de São Paulo através do paladar. 

 

Quem somos?

Daniela Franciscatto Lisboa (Coordenadora Geral): Nutricionista, Gastrônoma e Pesquisadora de cozinha e meio ambiente.

Cassia Cazita: Advogada, Produtora Cultural e Gastrônoma

Maria Conceição Oliveira: Gastrônoma, Produtora Cultural e Pesquisadora da cozinha e cultura negra

Fabiana Sanches: Economista especializada em economia ecológica e Gastrônoma